Unidades

Veja onde atendemos

Telefone

(21) 99954-5700

E-mail para contato

Enviar um e-mail

Hérnia de disco cervical, Causas, Diagnósticos e Tratamentos

hernia-de-disco-cervical
coluna-cervical-hernia-de-disco
Hérnia de disco cervical

A hérnia de disco cervical é a ruptura do disco cervical, ou seja, ocorre quando o disco cervical se rompe

A hérnia de disco cervical é mais comum do que se pensa, pois com a pandemia e o isolamento social, as pessoas que já usavam as redes sociais para se comunicar, passaram a usar muito mais, até mesmo aqueles que não tinham esse hábito.

Com o uso do celular os problemas de hérnia cervical aumentaram muito e hoje é difícil encontrar pessoas que ainda não desenvolveram esse problema. Algumas já tem, mas ainda não a identificaram. Para saber se você tem hérnia de disco cervical leia o artigo e saiba tudo sobre esse problema.

O que é Hérnia de disco cervical?

A hérnia de disco cervical é a ruptura do disco cervical, ou seja, ocorre quando o disco cervical se rompe na parte externa e derrama o líquido interno, que é o núcleo pulposo. Sendo assim passa a fazer compreensão de alguma raiz nervosa que se localiza na cervical.

É a raiz cervical a responsável pela distribuição de fibras nervosas pelo organismo, na parte sensitiva e motora da parte dos membros superiores. Quando ocorre a hérnia de disco a pessoa pode sentir dores, formigamento, perda de força nos braços, onde a raiz é a responsável.

Quais os sintomas da hérnia de disco cervical?

Os principais sintomas de hérnia de disco, quando ocorre uma inflamação maior dos discos cervicais, são:

  • Dor no pescoço;
  • Dor que se espalha pelos braços, ombros e mãos;
  • Dormência e formigamento dos braços e mãos;
  • Perda da força dos músculos dos braços e mãos;
  • O pescoço fica mais enrijecido, com dificuldade para movimentar.

O que pode causar uma hérnia de disco cervical?

A hérnia de disco cervical pode ocorrer por vários fatores, mas os mais comuns são:

  • Má postura;
  • Fatores genéticos;
  • Traumas;
  • Sobrecarga;
  • Tabagismo.

Também ocorre pelo envelhecimento, desgaste ou deslocamento do disco cervical, que é o responsável pelo amortecimento do impacto dos movimentos do corpo.

O que fazer para evitar uma hérnia de disco cervical?

Existem vários fatores que podem auxiliar a não ter hérnia de disco, confira quais são eles:

  • Consultar se periodicamente com o neurocirurgião
  • Manter-se no peso ideal de acordo com a sua altura e idade;
  • Evitar o uso de saltos muito altos;
  • Manter a postura ereta;
  • Praticar exercícios físicos com acompanhamento de um profissional;
  • Não fumar;

Como é feito o tratamento de hérnia de disco cervical?

O tratamento de hérnia de disco cervical deve ser feito com orientação de um médico. Depois de constatado o problema e a sua gravidade pode ser tratado de várias maneiras, com o uso de medicamentos, através de exercícios físicos adequados para o problema sempre com a supervisão de um profissional; fisioterapia e em casos mais graves a cirurgia.

Cirurgia de descompressão: O procedimento cirúrgico mais frequentemente feito para a estenose da coluna vertebral cervical é uma foraminotomia cervical. O objetivo deste procedimento é ampliar o espaço do canal espinhal para aliviar a compressão na medula espinhal e os sintomas como formigamento e fraqueza, decorrentes da estenose espinhal.

Prótese com disco artificial: Um disco artificial é projetado para manter a flexibilidade e o movimento, substituindo um disco doente removido da coluna vertebral.

Cirurgia de fusão espinhal: Tradicionalmente, um procedimento cirúrgico denominado fusão espinhal tem sido utilizado para tratar doenças degenerativas da coluna vertebral. Usando enxertos ósseos e instrumentação, como placas metálicas e parafusos, este procedimento funde duas ou mais vértebras adjacentes.

Como fazer o diagnóstico da hérnia cervical?

Para fazer o diagnóstico da hérnia cervical é preciso consultar um médico neurocirurgião e através dos sinais e sintomas ele pode fazer a avaliação. O médico realiza exames físicos que podem dar o diagnóstico.

Além disso, é preciso que o paciente faça exames de imagem, como Raio X, ressonância magnética, ultrassom, entre outros que forem necessários de acordo com os sintomas.

Pré-agendamento

Preencha o formulario abaixo para fazer o pré-agendamento de sua consulta

Este é um pré-agendamento. Após o preenchimento deste formulário, a Central de Marcação de consulta entrará em contato para dar continuidade ao atendimento, em até 2 dias úteis.
agendar-consulta-vascular
0 +
Pacientes atendidos