Unidades

Veja onde atendemos

Telefone

(21) 99954-5700

E-mail para contato

Enviar um e-mail

Hérnia de disco lombar: o que é, sintomas, causas, tratamento

hernia-de-disco-lombar
hernia-de-disco-lombar-dr-jose-alberto
Hérnia de disco lombar

O que é hérnia de disco lombar?

A lombar é uma das principais regiões do corpo afetada pela hérnia de disco, uma condição que se caracteriza pelo deslocamento do disco intervertebral, de forma que ele fique para fora da sua localização anatômica normal.

A hérnia de disco lombar acontece quando os discos entre as vértebras da coluna, que funcionam como amortecedores, são pressionados e mudam de forma ou se rompem, o que pode pressionar as raízes dos nervos próximos ao disco vertebral, causando sintomas como dor, formigamento ou dormência das pernas.

O disco intervertebral, localizado entre cada par de vértebras, é constituído por uma cápsula (ânulo fibroso), que contém uma gelatina (núcleo pulposo). Quando a cápsula se rompe, parte desta gelatina pode vazar, causando compressão e inflamação da raiz nervosa vizinha. Este conjunto de alterações é o que chamamos de hérnia de disco.

Sintomas da hérnia de disco lombar

Na maioria dos casos, a dor lombar é o primeiro sintoma de uma hérnia de disco. Essa dor pode ser constante ou piorar ao realizar movimentos e durar alguns dias, e depois melhorar. Outros sintomas da hérnia de disco lombar podem ser:

Principais causas

Podemos dividir as causas em dois grandes grupos. O primeiro diz respeito às alterações genéticas que podem predispor o surgimento de hérnias de disco lombares. O segundo compreende as causas ambientais, que incluem aspectos como a ergonomia em casa, no trabalho e no lazer, sedentarismo, atividade física realizada de maneira inadequada e tabagismo.

Raramente, a hérnia de disco lombar é causada por algum trauma na coluna, como uma queda ou alguma agressão nas costas, como uma batida ou pancada.

Como é feito o tratamento

Há dois tipos de tratamento para a hérnia de disco: cirúrgico ou não cirúrgico. Quando não cirúrgico, o tratamento pode ser feito com uma equipe multidisciplinar (fisioterapia e neurocirurgia), através de medicamentos orientados por um médico especialista, RPG ou alongamentos específicos para tratar o problema.

A cirurgia é indicada em apenas 10% dos casos de hérnia de disco, só costuma ser indicada pelo médico em casos de dor intensa, que não passa mesmo com os exercícios ou medicações, ou seja, o tratamento tradicional. A cirurgia também é uma opção para pacientes com déficit neurológico.

Quando se trata da hérnia de disco lombar, normalmente são receitados analgésicos e antiinflamatórios e repouso. Segundo o Ministério da Saúde, 90% dos pacientes já podem retornar normalmente às suas atividades do dia a dia logo após o período de um mês.

A cirurgia é reservada para dois tipos de pacientes:

  • Os que apresentam lesão do nervo (fraqueza na perna e no pé, e alteração do controle de urina e das fezes), que caracteriza-se como uma urgência médica;
  • Os casos de dor que não respondem ao tratamento clínico.
Atualmente, a cirurgia padrão-ouro para hérnia de disco lombar a é microdiscectomia. Nela realiza-se retirada de fragmento de disco herniado com auxílio de microscópio. A microdiscectomia pode ser feita de forma minimamente invasiva com pequenos afastadores musculares tubulares. Além da microdiscectomia, há possibilidade de cirurgia endoscópica, em que o procedimento é realizado com auxílio de pequena câmera de vídeo.

Dá para prevenir?

Não. Mas é possível adotar comportamentos que reduzem os fatores de risco para a hérnia de disco. Veja a seguir:

Pré-agendamento

Preencha o formulario abaixo para fazer o pré-agendamento de sua consulta

Este é um pré-agendamento. Após o preenchimento deste formulário, a Central de Marcação de consulta entrará em contato para dar continuidade ao atendimento, em até 2 dias úteis.
agendar-consulta-vascular
0 +
Pacientes atendidos